Quinta-feira, 22 de Setembro de 2005

PORTUGAL EM ALTA (1)



284968.gif

Alguma grandeza temos de ter no meio de tanta tendência para celebrar as nossas mediocridades. Não podemos ser um País de sacanas à procura da sacanice. Muito menos nos podemos conformar nisso, sobretudo quando para aí resvalamos com tanta facilidade e velocidade. Este País não é só (não pode ser) um palco de polícias amotinados; militares insubordinados; ministros surdos; paneleiros contentes; nazistóides a mostrar carecas; maus tratos nas mulheres, maridos e filhos; lilis a entremostrarem mamas de silicone; juízes agarrados a férias prolongadas; sportinguistas a sofrerem para que o benfica perca; o bibi dentro e os outros fora; isaltinos, fátimas, valentins e avelinos a gozarem o prato; desdita de escolher entre soares e cavaco ou entre carmona e carrilho ou entre assis e rio; ou dos empregos de amigo para o fernando e o armando; os punhos do jerónimo e os esganiços do louçã; as energias do pina e do vitorino.

Este País é mais. Muito mais. E se queremos procurar, nada como ir ter com as mulheres. Se me permitem, com as nossas mulheres.

E temos a grande, a enorme, Ticha.

ticha.JPG

Ah grande Ticha Penicheiro. Campeã! Que te desculpem os muitos patrícios que, quando ouvem “States”, puxam da pistola do rancor anti-imperialista. Espeta-lhes um triplo, dos teus, naqueles neurónios pavlovianos. Deixa-os nos basbaques com o “pesetero”. Limpar a WNBA é só de uma grande mulher. Obrigado Ticha.

E temos também uma senhora que não dá nas vistas. Arruma a casa e as coisas. Põe a funcionar o que não parecia (nem nunca foi) funcionável.

marialurdesrodrigues_1.jpg

Senhora ministra da educação, é assim mesmo. Tudo nos trinques no novo ano escolar. Até merece, como prémio, uma greve da Fenprof!

Provou ainda que uma grande mulher empurra um homem para ser homem. A senhora ministra deu uma excelente oportunidade (aproveitada) para que o principal líder da oposição (Marques Mendes) demonstrasse que temos, felizmente, um oposicionista decente que teve a dignidade dos políticos limpos de reconhecer méritos onde eles se afirmam. Com isso, tornou a política mais respirável. Bi-obrigado, pois.
publicado por João Tunes às 15:47
link do post | comentar | favorito
|
3 comentários:
De odete pinto a 23 de Setembro de 2005 às 14:59
Faz tão bem à alma... Obrigada


De Joo a 23 de Setembro de 2005 às 11:56
Concordo que este blogue estava a ficar demasiado lúgrube. Prometo desenvolver o filão do optimismo. Vamos lá a ver se encontro matéria-prima...


De th a 22 de Setembro de 2005 às 16:54
E eu aplaudo o post. Obrigada por ter tornado o meu dia mais solarengo, com menos nuvens na hora da minha caminhada por aqui, th


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.posts recentes

. NOVO POISO

. NO RIO DA TOLERÂNCIA

. LEMBRANDO MARIA LAMAS, MA...

. SOLDADO FUI, OFICIAL TAMB...

. UMA VELHA PAIXÃO PELO “DL...

. LIBERDADE PARA FERRER GAR...

. VIVA A REPÚBLICA !

. FINALMENTE, A HOMENAGEM (...

. COM OS PALANCAS NEGRAS

. POR CESÁRIO VERDE
(esq...

.arquivos

. Setembro 2007

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds