Quarta-feira, 31 de Agosto de 2005

Ta muda tenpu

camoes.JPG

Ta muda tenpu, ta muda vontadi,
Ta muda ser, ta muda konfiansa;
Tudu mundu é fetu di mudansa,
Ta toma senpri nobus kolidadi.

Sen nunka pára nu ta odja nobidadi,
Diferenti na tudu di speransa;
Máguas di mal ta fika na lenbransa,
Y di ben, si izisti algun, ta fika sodadi.

Tenpu ta kubri txon di berdi manta,
Ki di nébi friu dja steve kubertu,
Y, na mi, ta bira txoru u-ki n kantaba

Ku dosura. Y, trandu es muda sen konta,
Otu mudansa ta kontise ku más spantu,
Ki dja ka ta mudadu sima kustumaba.

Para a tradução vão aqui. Mas, antes, tentem recitar tal qual e vejam se Camões não nos entra melhor em nós (mais silabado, mais sonoro) através da voz crioula.
publicado por João Tunes às 22:57
link do post | comentar | favorito
|
3 comentários:
De Silvenius a 1 de Setembro de 2005 às 01:13
Pois foi precisamente o que mais me surpreendeu: a virente voz com que o crioulo diz este poema. E o transporte da “dosura”, assim derramada. E o profundo espanto – como se ouve! – do último verso. (E o meu obrigado, caro João Tunes, pela atenção dada aos Transpórtis).


De IO a 31 de Agosto de 2005 às 23:24
Obrigada, João! - abraço, IO.


De Brigida a 31 de Agosto de 2005 às 23:13
No meio da minha preguiça sem fim, deixo um simples comentário: ADOREI! bjs


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.posts recentes

. NOVO POISO

. NO RIO DA TOLERÂNCIA

. LEMBRANDO MARIA LAMAS, MA...

. SOLDADO FUI, OFICIAL TAMB...

. UMA VELHA PAIXÃO PELO “DL...

. LIBERDADE PARA FERRER GAR...

. VIVA A REPÚBLICA !

. FINALMENTE, A HOMENAGEM (...

. COM OS PALANCAS NEGRAS

. POR CESÁRIO VERDE
(esq...

.arquivos

. Setembro 2007

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds