Quinta-feira, 30 de Junho de 2005

CAMÕES EM CRIOULO

CaboVerde.jpg

Versão bilingue das estâncias 8 e 9 do Canto V de Os Lusíadas que o cónego A. da Costa Gomes traduziu para o crioulo de Santo Antão, em Maio de 1898:

Depôs que nô passa quês lá de Canára
Q’otr’ora ês tá dá nome de Furt’náde,
Nô ’ntrá tá navegá lá pa quês aga
D’aquês la de Cabe-Vérd’ tam sabe,
Quês têrra onde mute maravia nove
Nosse navi de guêrra j’andá t’oiá:
Lá nô ribá c’um vintim favoróve
Pa nô t’mésse na quês têrra mantmete.

Nôs antrá na pôrte d’um d’a quês [ilha]
Que t’má nóme d’aquêll guerrente Sam Thiágue,
Sânte q’ ajdá mute naçom spanhól
Fazê n’aquês gente môr mute strágue.
D’êi, q’ande soprá um ventin de Nôrte,
Nô torná t’ma noss’camim socégáde
Na mêi d’aquêll már, e assim nô bá d’xánde
Quêll terra, onde nô ocha refrésque sabe.

Passadas tendo já as Canárias ilhas,
Que tiveram por nome Fortunadas,
Entrámos, navegando, pelas filhas
Do velho Hespério, Hespéridas chamadas;
Terras por onde novas maravilhas
Andaram vendo já nossas armadas.
Ali tomámos porto com bom vento,
Por tomarmos da terra mantimento.

Àquela ilha apartámos que tomou
O nome do guerreiro Santiago,
Santo que os Espanhóis tanto ajudou
A fazerem nos Mouros bravo estrago.
Daqui, tanto que Bóreas nos ventou,
Tornámos a cortar o imenso lago
Do salgado Oceano, e assim deixámos
A terra onde o refresco doce achámos.

(
Copiado daqui)
publicado por João Tunes às 16:29
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.posts recentes

. NOVO POISO

. NO RIO DA TOLERÂNCIA

. LEMBRANDO MARIA LAMAS, MA...

. SOLDADO FUI, OFICIAL TAMB...

. UMA VELHA PAIXÃO PELO “DL...

. LIBERDADE PARA FERRER GAR...

. VIVA A REPÚBLICA !

. FINALMENTE, A HOMENAGEM (...

. COM OS PALANCAS NEGRAS

. POR CESÁRIO VERDE
(esq...

.arquivos

. Setembro 2007

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds