Segunda-feira, 27 de Junho de 2005

PROMESSA CUMPRIDA

cascata.jpg

“Foi segredada em chope e tsua de Inhambane, em chuabo da Zambézia e nhanja do Niassa, em ronga do Maputo e também em maconde de Cabo Delgado, em macua do Niassa, de Nampula e ainda daquele Cabo Delgado, ndau de Manica e de Sofala, changane de Gaza e em sena dessa Sofala, no chinungue de Tete, até no português das cidades. Foi assim que a Promessa nasceu, sussurrada de avós a filhos e de filhos a netos, narrada sob estrelas nos terreiros das aldeias e no chilrear do silêncio de caniço das ruidosas e estranhas cidades.”

Assim começa um dos textos mais bonitos e mais sentidos sobre os trinta anos da independência de Moçambique que me foi dado ler (não admira, o autor é Escritor e não brinca em serviço). Se o apetite se lhe abriu, leia o texto completo aqui.
publicado por João Tunes às 16:34
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.posts recentes

. NOVO POISO

. NO RIO DA TOLERÂNCIA

. LEMBRANDO MARIA LAMAS, MA...

. SOLDADO FUI, OFICIAL TAMB...

. UMA VELHA PAIXÃO PELO “DL...

. LIBERDADE PARA FERRER GAR...

. VIVA A REPÚBLICA !

. FINALMENTE, A HOMENAGEM (...

. COM OS PALANCAS NEGRAS

. POR CESÁRIO VERDE
(esq...

.arquivos

. Setembro 2007

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds