Terça-feira, 21 de Junho de 2005

SETE ACHAS PARA A FOGUEIRA

r2231423082[1].jpg

1. Entre bandidos e polícias, ao contrário do que se passava com os filmes que via em miúdo, eu estou pela Polícia e contra o Crime. Disse Crime, marimbo-me em saber quem são os criminosos (esse é um problema de polícia, digamos que técnico).

2. Não aceito que existam guetos que funcionam como fortalezas de criminalidade organizada.

3. Cova da Moura é um santuário de criminosos (entre outros). Cova da Moura não pode continuar a existir como tal e onde a Polícia é baleada se lá tentar entrar. Impõe-se um plano urgente e imediato para realojamento das pessoas decentes que ali tenham tido o azar de ir morar. No resto, demolição pura e simples.

4. Jorge Sampaio comportou-se como um “irresponsável político” na “visita” que fez, no Sábado, a Cova da Moura. A sua visita foi de uma infantil ambiguidade que só deitou lenha na fogueira dos racistas. Misturou, a gosto ou contra-gosto, crime e problema racial. Baralhou em vez de aclarar.

5. Certa propaganda irresponsável, com “intenções” anti-racistas e anti-xenófobas, pela cobertura que dão ao “racismo negro”, à “irresponsabilidade negra” e ao combate sistemático à intervenção policial, leva muita água ao moinho do racismo e da xenofobia. No fundo e nos efeitos, são skin-heads com uma estrelinha vermelha na tatuagem.

6. Os neo-nazis devem ser denunciados e combatidos. Nesse sentido, é bom que mostrem as caras. Para os conhecermos. E, depois, a repulsa proceder em conformidade. Entretanto, e sempre que pisem o risco, chegue-se-lhes a roupa ao pelo (se for a polícia, tanto melhor).

7. A Constituição deve ser revista no que toca à exclusão da “ideologia nazi”. Como está, a balança só tem um prato e (por isso?) torna-se inócua. Os “pais e herdeiros do Gulag” não foram nem são melhores que os “pais e herdeiros de Buchenwald” (nem sequer em número de comunistas assassinados). São do mesmo género. Com uma lei equilibrada, não seria possível que o Avante, ou outro órgão, publicasse, impune, propaganda de elogio a Estaline.

Aguardo as sábias palavras contraditórias da estimada Helena.
publicado por João Tunes às 00:23
link do post | favorito
De Joo a 21 de Junho de 2005 às 12:56
Ó Carvalho Fernandes, o que se passa no Aleixo e na Sé? Há quantos anos não vou ao Porto...


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.posts recentes

. NOVO POISO

. NO RIO DA TOLERÂNCIA

. LEMBRANDO MARIA LAMAS, MA...

. SOLDADO FUI, OFICIAL TAMB...

. UMA VELHA PAIXÃO PELO “DL...

. LIBERDADE PARA FERRER GAR...

. VIVA A REPÚBLICA !

. FINALMENTE, A HOMENAGEM (...

. COM OS PALANCAS NEGRAS

. POR CESÁRIO VERDE
(esq...

.arquivos

. Setembro 2007

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds